Médico Mastologista em Belo Horizonte | Agendamento de Consulta

Médico Mastologista em Belo Horizonte | Agendamento de Consulta

Médico Mastologista em Belo Horizonte | Agendamento de Consulta

Médico Mastologista em Belo Horizonte | Agendamento de Consulta
Médico Mastologista em Belo Horizonte | Agendamento de Consulta

Conteúdo

A mastologia é uma especialidade médica dedicada à saúde das mamas, tanto em homens quanto em mulheres. O médico mastologista é o profissional capacitado para diagnosticar e tratar doenças benignas e malignas da mama, como o câncer de mama.

Em Belo Horizonte, Minas Gerais, existem diversos profissionais qualificados para oferecer o melhor atendimento em mastologia. Este artigo tem como objetivo te auxiliar na sua busca por um mastologista em Belo Horizonte, fornecendo dicas de como encontrar avaliações sobre os médicos, o que um médico mastologista faz e o que perguntar ao médico mastologista em sua primeira consulta.

Como encontrar o mastologista ideal?

Encontrar um mastologista em quem confiar e com quem se sinta confortável pode não ser uma tarefa fácil. Sugerimos os passos a seguir para facilitar esse processo:

  • Recomendações: Peça indicações de amigos, familiares ou outros profissionais de saúde.

  • Sites de avaliação: Utilize plataformas como Doctoralia, Google Maps e redes sociais para ler avaliações de outros pacientes.

  • Convênios: Verifique se o médico atende pelo seu plano de saúde ou se oferece reembolso médico.

  • Experiência e qualificação: Busque por profissionais com experiência e qualificação necessárias.


O que um médico mastologista faz?

O mastologista é o médico especialista em cuidar da saúde das mamas, sendo responsável por:

  • Realizar exames físicos e clínicos das mamas: durante a consulta, o mastologista apalpa as mamas para verificar se há alterações, como nódulos, endurecimentos ou secreção.

  • Solicitar exames complementares: caso identifique alguma alteração durante o exame físico, o mastologista pode solicitar exames complementares, como mamografia, ultrassom, ressonância magnética ou biópsia.

  • Diagnosticar e tratar doenças benignas e malignas da mama: o mastologista é capaz de diagnosticar e tratar diversas doenças da mama, como câncer de mama, mastite, nódulos benignos, ginecomastia (aumento das mamas em homens), entre outras.

  • Orientar sobre a prevenção do câncer de mama: o mastologista pode fornecer informações sobre os fatores de risco para o câncer de mama e orientar sobre medidas de prevenção, como a realização de exames periódicos e a adoção de hábitos saudáveis.

Quais são as principais doenças que o  médico mastologista trata?

  • Câncer de mama: o câncer de mama é a doença mais comum entre as mulheres e a principal causa de morte por câncer feminino no Brasil. O mastologista é responsável pelo diagnóstico precoce, tratamento e acompanhamento das pacientes com câncer de mama.

  • Mastite: a mastite é uma inflamação da mama que pode ocorrer durante a amamentação ou em outros momentos da vida. O mastologista pode diagnosticar e tratar a mastite de forma eficaz.

  • Nódulos benignos: os nódulos benignos da mama são muito comuns e geralmente não representam risco de câncer. O mastologista pode avaliar os nódulos e determinar se há necessidade de tratamento.

  • Ginecomastia: a ginecomastia é o aumento das mamas em homens. O mastologista pode diagnosticar e tratar a ginecomastia de forma clínica ou cirúrgica.


É importante consultar um mastologista regularmente para:

  • Realizar exames preventivos: a mamografia é o exame mais eficaz para a detecção precoce do câncer de mama. As mulheres devem iniciar a mamografia anualmente a partir dos 40 anos.

  • Avaliar alterações nas mamas: qualquer alteração nas mamas, como nódulos, endurecimentos, secreção ou alterações na pele, deve ser motivo para consulta com um mastologista.

  • Obter orientação sobre a saúde das mamas: o mastologista pode fornecer informações sobre os fatores de risco para doenças da mama, medidas de prevenção e opções de tratamento.


O que perguntar na consulta com o mastologista?

Realizar as perguntas adequadas durante a consulta com um mastologista é essencial para obter informações precisas e receber as orientações adequadas para a sua saúde. Veja algumas das perguntas que você não pode esquecer de fazer ao médico mastologista:

Fatores de risco pessoais:

  • Quais são os meus fatores de risco para o câncer de mama?

  • O que posso fazer para reduzir esses riscos?

Exames periódicos:

  • Quais exames devo realizar periodicamente para verificar a saúde das minhas mamas?

  • Com que frequência devo fazer esses exames?

Autoexame:

  • Como devo realizar o autoexame das mamas?

  • Com que frequência devo fazer o autoexame?

Sintomas de alerta:

  • Quais são os sintomas que devo ficar atenta em relação às doenças da mama?

  • Quando devo procurar um mastologista se notar algum desses sintomas?

Acompanhamento:

  • Como será o meu acompanhamento após o tratamento?

  • Com que frequência devo consultar o mastologista?



Instituto Saúde Unidade de Belo Horizonte:

O Instituto Saúde é a rede de saúde particular mais bem avaliada de Minas Gerais. Contamos com uma equipe de mastologistas altamente qualificados e experientes, que oferecem atendimento humanizado e personalizado.

Nossos diferenciais:

  • Equipe médica altamente qualificada e experiente.

  • Tecnologia de ponta para diagnóstico e tratamento.

  • Atendimento humanizado e personalizado.

  • Ambiente acolhedor e confortável.


Como prevenir o câncer de mama?

O câncer de mama é a principal causa de morte por câncer entre as mulheres no Brasil. Felizmente, existem diversas medidas que podem ser tomadas para reduzir o risco de desenvolver a doença.

1. Mamografia anual:

  • A partir dos 40 anos, realizar a mamografia anualmente é essencial para a detecção precoce do câncer de mama.

  • O exame é rápido, indolor e pode salvar vidas ao identificar a doença em seu estágio inicial, quando as chances de cura são maiores.

2. Alimentação saudável e peso adequado:

  • Manter uma dieta rica em frutas, legumes, verduras e grãos integrais, e pobre em alimentos processados e industrializados, contribui para a saúde geral e pode reduzir o risco de câncer de mama.

  • Praticar uma alimentação equilibrada e manter um peso corporal adequado também são importantes para a prevenção da doença.

3. Atividade física regular:

  • A prática regular de atividade física, como caminhada, corrida, dança ou natação, por pelo menos 30 minutos por dia, ajuda a fortalecer o sistema imunológico e reduzir o risco de diversas doenças, incluindo o câncer de mama.

4. Moderação no consumo de bebidas alcoólicas:

  • O consumo excessivo de bebidas alcoólicas está associado a um maior risco de desenvolver câncer de mama.

  • Limitar o consumo de álcool a uma quantidade moderada, ou mesmo evitá-lo, é uma medida importante para a prevenção da doença.

5. Amamentação:

  • Amamentar por pelo menos seis meses, de forma exclusiva ou em conjunto com a fórmula láctea, é um fator protetor contra o câncer de mama.

  • O aleitamento materno promove a saúde da mãe e do bebê, e contribui para a redução do risco de diversas doenças.

6. Terapia de reposição hormonal (TRH):

  • A terapia de reposição hormonal, utilizada para aliviar os sintomas da menopausa, pode aumentar o risco de câncer de mama em alguns casos.

  • É importante conversar com seu médico sobre os riscos e benefícios da TRH antes de iniciar o tratamento, e buscar alternativas para aliviar os sintomas da menopausa.


Outras medidas importantes:

  • Evitar o tabagismo: Fumar aumenta o risco de diversos tipos de câncer, incluindo o câncer de mama.

  • Limitar a exposição à radiação ionizante: Exames radiológicos como tomografias computadorizadas devem ser realizados com moderação, pois a radiação ionizante pode aumentar o risco de câncer.

  • Consultar um médico regularmente: Realizar exames preventivos e manter um acompanhamento médico regular são essenciais para a saúde da mulher e para a detecção precoce do câncer de mama.

Adotando um estilo de vida saudável e realizando exames preventivos regularmente, as mulheres podem reduzir significativamente o risco de desenvolver câncer de mama.


A mastologia é uma especialidade médica dedicada à saúde das mamas, tanto em homens quanto em mulheres. O médico mastologista é o profissional capacitado para diagnosticar e tratar doenças benignas e malignas da mama, como o câncer de mama.

Em Belo Horizonte, Minas Gerais, existem diversos profissionais qualificados para oferecer o melhor atendimento em mastologia. Este artigo tem como objetivo te auxiliar na sua busca por um mastologista em Belo Horizonte, fornecendo dicas de como encontrar avaliações sobre os médicos, o que um médico mastologista faz e o que perguntar ao médico mastologista em sua primeira consulta.

Como encontrar o mastologista ideal?

Encontrar um mastologista em quem confiar e com quem se sinta confortável pode não ser uma tarefa fácil. Sugerimos os passos a seguir para facilitar esse processo:

  • Recomendações: Peça indicações de amigos, familiares ou outros profissionais de saúde.

  • Sites de avaliação: Utilize plataformas como Doctoralia, Google Maps e redes sociais para ler avaliações de outros pacientes.

  • Convênios: Verifique se o médico atende pelo seu plano de saúde ou se oferece reembolso médico.

  • Experiência e qualificação: Busque por profissionais com experiência e qualificação necessárias.


O que um médico mastologista faz?

O mastologista é o médico especialista em cuidar da saúde das mamas, sendo responsável por:

  • Realizar exames físicos e clínicos das mamas: durante a consulta, o mastologista apalpa as mamas para verificar se há alterações, como nódulos, endurecimentos ou secreção.

  • Solicitar exames complementares: caso identifique alguma alteração durante o exame físico, o mastologista pode solicitar exames complementares, como mamografia, ultrassom, ressonância magnética ou biópsia.

  • Diagnosticar e tratar doenças benignas e malignas da mama: o mastologista é capaz de diagnosticar e tratar diversas doenças da mama, como câncer de mama, mastite, nódulos benignos, ginecomastia (aumento das mamas em homens), entre outras.

  • Orientar sobre a prevenção do câncer de mama: o mastologista pode fornecer informações sobre os fatores de risco para o câncer de mama e orientar sobre medidas de prevenção, como a realização de exames periódicos e a adoção de hábitos saudáveis.

Quais são as principais doenças que o  médico mastologista trata?

  • Câncer de mama: o câncer de mama é a doença mais comum entre as mulheres e a principal causa de morte por câncer feminino no Brasil. O mastologista é responsável pelo diagnóstico precoce, tratamento e acompanhamento das pacientes com câncer de mama.

  • Mastite: a mastite é uma inflamação da mama que pode ocorrer durante a amamentação ou em outros momentos da vida. O mastologista pode diagnosticar e tratar a mastite de forma eficaz.

  • Nódulos benignos: os nódulos benignos da mama são muito comuns e geralmente não representam risco de câncer. O mastologista pode avaliar os nódulos e determinar se há necessidade de tratamento.

  • Ginecomastia: a ginecomastia é o aumento das mamas em homens. O mastologista pode diagnosticar e tratar a ginecomastia de forma clínica ou cirúrgica.


É importante consultar um mastologista regularmente para:

  • Realizar exames preventivos: a mamografia é o exame mais eficaz para a detecção precoce do câncer de mama. As mulheres devem iniciar a mamografia anualmente a partir dos 40 anos.

  • Avaliar alterações nas mamas: qualquer alteração nas mamas, como nódulos, endurecimentos, secreção ou alterações na pele, deve ser motivo para consulta com um mastologista.

  • Obter orientação sobre a saúde das mamas: o mastologista pode fornecer informações sobre os fatores de risco para doenças da mama, medidas de prevenção e opções de tratamento.


O que perguntar na consulta com o mastologista?

Realizar as perguntas adequadas durante a consulta com um mastologista é essencial para obter informações precisas e receber as orientações adequadas para a sua saúde. Veja algumas das perguntas que você não pode esquecer de fazer ao médico mastologista:

Fatores de risco pessoais:

  • Quais são os meus fatores de risco para o câncer de mama?

  • O que posso fazer para reduzir esses riscos?

Exames periódicos:

  • Quais exames devo realizar periodicamente para verificar a saúde das minhas mamas?

  • Com que frequência devo fazer esses exames?

Autoexame:

  • Como devo realizar o autoexame das mamas?

  • Com que frequência devo fazer o autoexame?

Sintomas de alerta:

  • Quais são os sintomas que devo ficar atenta em relação às doenças da mama?

  • Quando devo procurar um mastologista se notar algum desses sintomas?

Acompanhamento:

  • Como será o meu acompanhamento após o tratamento?

  • Com que frequência devo consultar o mastologista?



Instituto Saúde Unidade de Belo Horizonte:

O Instituto Saúde é a rede de saúde particular mais bem avaliada de Minas Gerais. Contamos com uma equipe de mastologistas altamente qualificados e experientes, que oferecem atendimento humanizado e personalizado.

Nossos diferenciais:

  • Equipe médica altamente qualificada e experiente.

  • Tecnologia de ponta para diagnóstico e tratamento.

  • Atendimento humanizado e personalizado.

  • Ambiente acolhedor e confortável.


Como prevenir o câncer de mama?

O câncer de mama é a principal causa de morte por câncer entre as mulheres no Brasil. Felizmente, existem diversas medidas que podem ser tomadas para reduzir o risco de desenvolver a doença.

1. Mamografia anual:

  • A partir dos 40 anos, realizar a mamografia anualmente é essencial para a detecção precoce do câncer de mama.

  • O exame é rápido, indolor e pode salvar vidas ao identificar a doença em seu estágio inicial, quando as chances de cura são maiores.

2. Alimentação saudável e peso adequado:

  • Manter uma dieta rica em frutas, legumes, verduras e grãos integrais, e pobre em alimentos processados e industrializados, contribui para a saúde geral e pode reduzir o risco de câncer de mama.

  • Praticar uma alimentação equilibrada e manter um peso corporal adequado também são importantes para a prevenção da doença.

3. Atividade física regular:

  • A prática regular de atividade física, como caminhada, corrida, dança ou natação, por pelo menos 30 minutos por dia, ajuda a fortalecer o sistema imunológico e reduzir o risco de diversas doenças, incluindo o câncer de mama.

4. Moderação no consumo de bebidas alcoólicas:

  • O consumo excessivo de bebidas alcoólicas está associado a um maior risco de desenvolver câncer de mama.

  • Limitar o consumo de álcool a uma quantidade moderada, ou mesmo evitá-lo, é uma medida importante para a prevenção da doença.

5. Amamentação:

  • Amamentar por pelo menos seis meses, de forma exclusiva ou em conjunto com a fórmula láctea, é um fator protetor contra o câncer de mama.

  • O aleitamento materno promove a saúde da mãe e do bebê, e contribui para a redução do risco de diversas doenças.

6. Terapia de reposição hormonal (TRH):

  • A terapia de reposição hormonal, utilizada para aliviar os sintomas da menopausa, pode aumentar o risco de câncer de mama em alguns casos.

  • É importante conversar com seu médico sobre os riscos e benefícios da TRH antes de iniciar o tratamento, e buscar alternativas para aliviar os sintomas da menopausa.


Outras medidas importantes:

  • Evitar o tabagismo: Fumar aumenta o risco de diversos tipos de câncer, incluindo o câncer de mama.

  • Limitar a exposição à radiação ionizante: Exames radiológicos como tomografias computadorizadas devem ser realizados com moderação, pois a radiação ionizante pode aumentar o risco de câncer.

  • Consultar um médico regularmente: Realizar exames preventivos e manter um acompanhamento médico regular são essenciais para a saúde da mulher e para a detecção precoce do câncer de mama.

Adotando um estilo de vida saudável e realizando exames preventivos regularmente, as mulheres podem reduzir significativamente o risco de desenvolver câncer de mama.


A mastologia é uma especialidade médica dedicada à saúde das mamas, tanto em homens quanto em mulheres. O médico mastologista é o profissional capacitado para diagnosticar e tratar doenças benignas e malignas da mama, como o câncer de mama.

Em Belo Horizonte, Minas Gerais, existem diversos profissionais qualificados para oferecer o melhor atendimento em mastologia. Este artigo tem como objetivo te auxiliar na sua busca por um mastologista em Belo Horizonte, fornecendo dicas de como encontrar avaliações sobre os médicos, o que um médico mastologista faz e o que perguntar ao médico mastologista em sua primeira consulta.

Como encontrar o mastologista ideal?

Encontrar um mastologista em quem confiar e com quem se sinta confortável pode não ser uma tarefa fácil. Sugerimos os passos a seguir para facilitar esse processo:

  • Recomendações: Peça indicações de amigos, familiares ou outros profissionais de saúde.

  • Sites de avaliação: Utilize plataformas como Doctoralia, Google Maps e redes sociais para ler avaliações de outros pacientes.

  • Convênios: Verifique se o médico atende pelo seu plano de saúde ou se oferece reembolso médico.

  • Experiência e qualificação: Busque por profissionais com experiência e qualificação necessárias.


O que um médico mastologista faz?

O mastologista é o médico especialista em cuidar da saúde das mamas, sendo responsável por:

  • Realizar exames físicos e clínicos das mamas: durante a consulta, o mastologista apalpa as mamas para verificar se há alterações, como nódulos, endurecimentos ou secreção.

  • Solicitar exames complementares: caso identifique alguma alteração durante o exame físico, o mastologista pode solicitar exames complementares, como mamografia, ultrassom, ressonância magnética ou biópsia.

  • Diagnosticar e tratar doenças benignas e malignas da mama: o mastologista é capaz de diagnosticar e tratar diversas doenças da mama, como câncer de mama, mastite, nódulos benignos, ginecomastia (aumento das mamas em homens), entre outras.

  • Orientar sobre a prevenção do câncer de mama: o mastologista pode fornecer informações sobre os fatores de risco para o câncer de mama e orientar sobre medidas de prevenção, como a realização de exames periódicos e a adoção de hábitos saudáveis.

Quais são as principais doenças que o  médico mastologista trata?

  • Câncer de mama: o câncer de mama é a doença mais comum entre as mulheres e a principal causa de morte por câncer feminino no Brasil. O mastologista é responsável pelo diagnóstico precoce, tratamento e acompanhamento das pacientes com câncer de mama.

  • Mastite: a mastite é uma inflamação da mama que pode ocorrer durante a amamentação ou em outros momentos da vida. O mastologista pode diagnosticar e tratar a mastite de forma eficaz.

  • Nódulos benignos: os nódulos benignos da mama são muito comuns e geralmente não representam risco de câncer. O mastologista pode avaliar os nódulos e determinar se há necessidade de tratamento.

  • Ginecomastia: a ginecomastia é o aumento das mamas em homens. O mastologista pode diagnosticar e tratar a ginecomastia de forma clínica ou cirúrgica.


É importante consultar um mastologista regularmente para:

  • Realizar exames preventivos: a mamografia é o exame mais eficaz para a detecção precoce do câncer de mama. As mulheres devem iniciar a mamografia anualmente a partir dos 40 anos.

  • Avaliar alterações nas mamas: qualquer alteração nas mamas, como nódulos, endurecimentos, secreção ou alterações na pele, deve ser motivo para consulta com um mastologista.

  • Obter orientação sobre a saúde das mamas: o mastologista pode fornecer informações sobre os fatores de risco para doenças da mama, medidas de prevenção e opções de tratamento.


O que perguntar na consulta com o mastologista?

Realizar as perguntas adequadas durante a consulta com um mastologista é essencial para obter informações precisas e receber as orientações adequadas para a sua saúde. Veja algumas das perguntas que você não pode esquecer de fazer ao médico mastologista:

Fatores de risco pessoais:

  • Quais são os meus fatores de risco para o câncer de mama?

  • O que posso fazer para reduzir esses riscos?

Exames periódicos:

  • Quais exames devo realizar periodicamente para verificar a saúde das minhas mamas?

  • Com que frequência devo fazer esses exames?

Autoexame:

  • Como devo realizar o autoexame das mamas?

  • Com que frequência devo fazer o autoexame?

Sintomas de alerta:

  • Quais são os sintomas que devo ficar atenta em relação às doenças da mama?

  • Quando devo procurar um mastologista se notar algum desses sintomas?

Acompanhamento:

  • Como será o meu acompanhamento após o tratamento?

  • Com que frequência devo consultar o mastologista?



Instituto Saúde Unidade de Belo Horizonte:

O Instituto Saúde é a rede de saúde particular mais bem avaliada de Minas Gerais. Contamos com uma equipe de mastologistas altamente qualificados e experientes, que oferecem atendimento humanizado e personalizado.

Nossos diferenciais:

  • Equipe médica altamente qualificada e experiente.

  • Tecnologia de ponta para diagnóstico e tratamento.

  • Atendimento humanizado e personalizado.

  • Ambiente acolhedor e confortável.


Como prevenir o câncer de mama?

O câncer de mama é a principal causa de morte por câncer entre as mulheres no Brasil. Felizmente, existem diversas medidas que podem ser tomadas para reduzir o risco de desenvolver a doença.

1. Mamografia anual:

  • A partir dos 40 anos, realizar a mamografia anualmente é essencial para a detecção precoce do câncer de mama.

  • O exame é rápido, indolor e pode salvar vidas ao identificar a doença em seu estágio inicial, quando as chances de cura são maiores.

2. Alimentação saudável e peso adequado:

  • Manter uma dieta rica em frutas, legumes, verduras e grãos integrais, e pobre em alimentos processados e industrializados, contribui para a saúde geral e pode reduzir o risco de câncer de mama.

  • Praticar uma alimentação equilibrada e manter um peso corporal adequado também são importantes para a prevenção da doença.

3. Atividade física regular:

  • A prática regular de atividade física, como caminhada, corrida, dança ou natação, por pelo menos 30 minutos por dia, ajuda a fortalecer o sistema imunológico e reduzir o risco de diversas doenças, incluindo o câncer de mama.

4. Moderação no consumo de bebidas alcoólicas:

  • O consumo excessivo de bebidas alcoólicas está associado a um maior risco de desenvolver câncer de mama.

  • Limitar o consumo de álcool a uma quantidade moderada, ou mesmo evitá-lo, é uma medida importante para a prevenção da doença.

5. Amamentação:

  • Amamentar por pelo menos seis meses, de forma exclusiva ou em conjunto com a fórmula láctea, é um fator protetor contra o câncer de mama.

  • O aleitamento materno promove a saúde da mãe e do bebê, e contribui para a redução do risco de diversas doenças.

6. Terapia de reposição hormonal (TRH):

  • A terapia de reposição hormonal, utilizada para aliviar os sintomas da menopausa, pode aumentar o risco de câncer de mama em alguns casos.

  • É importante conversar com seu médico sobre os riscos e benefícios da TRH antes de iniciar o tratamento, e buscar alternativas para aliviar os sintomas da menopausa.


Outras medidas importantes:

  • Evitar o tabagismo: Fumar aumenta o risco de diversos tipos de câncer, incluindo o câncer de mama.

  • Limitar a exposição à radiação ionizante: Exames radiológicos como tomografias computadorizadas devem ser realizados com moderação, pois a radiação ionizante pode aumentar o risco de câncer.

  • Consultar um médico regularmente: Realizar exames preventivos e manter um acompanhamento médico regular são essenciais para a saúde da mulher e para a detecção precoce do câncer de mama.

Adotando um estilo de vida saudável e realizando exames preventivos regularmente, as mulheres podem reduzir significativamente o risco de desenvolver câncer de mama.


A mastologia é uma especialidade médica dedicada à saúde das mamas, tanto em homens quanto em mulheres. O médico mastologista é o profissional capacitado para diagnosticar e tratar doenças benignas e malignas da mama, como o câncer de mama.

Em Belo Horizonte, Minas Gerais, existem diversos profissionais qualificados para oferecer o melhor atendimento em mastologia. Este artigo tem como objetivo te auxiliar na sua busca por um mastologista em Belo Horizonte, fornecendo dicas de como encontrar avaliações sobre os médicos, o que um médico mastologista faz e o que perguntar ao médico mastologista em sua primeira consulta.

Como encontrar o mastologista ideal?

Encontrar um mastologista em quem confiar e com quem se sinta confortável pode não ser uma tarefa fácil. Sugerimos os passos a seguir para facilitar esse processo:

  • Recomendações: Peça indicações de amigos, familiares ou outros profissionais de saúde.

  • Sites de avaliação: Utilize plataformas como Doctoralia, Google Maps e redes sociais para ler avaliações de outros pacientes.

  • Convênios: Verifique se o médico atende pelo seu plano de saúde ou se oferece reembolso médico.

  • Experiência e qualificação: Busque por profissionais com experiência e qualificação necessárias.


O que um médico mastologista faz?

O mastologista é o médico especialista em cuidar da saúde das mamas, sendo responsável por:

  • Realizar exames físicos e clínicos das mamas: durante a consulta, o mastologista apalpa as mamas para verificar se há alterações, como nódulos, endurecimentos ou secreção.

  • Solicitar exames complementares: caso identifique alguma alteração durante o exame físico, o mastologista pode solicitar exames complementares, como mamografia, ultrassom, ressonância magnética ou biópsia.

  • Diagnosticar e tratar doenças benignas e malignas da mama: o mastologista é capaz de diagnosticar e tratar diversas doenças da mama, como câncer de mama, mastite, nódulos benignos, ginecomastia (aumento das mamas em homens), entre outras.

  • Orientar sobre a prevenção do câncer de mama: o mastologista pode fornecer informações sobre os fatores de risco para o câncer de mama e orientar sobre medidas de prevenção, como a realização de exames periódicos e a adoção de hábitos saudáveis.

Quais são as principais doenças que o  médico mastologista trata?

  • Câncer de mama: o câncer de mama é a doença mais comum entre as mulheres e a principal causa de morte por câncer feminino no Brasil. O mastologista é responsável pelo diagnóstico precoce, tratamento e acompanhamento das pacientes com câncer de mama.

  • Mastite: a mastite é uma inflamação da mama que pode ocorrer durante a amamentação ou em outros momentos da vida. O mastologista pode diagnosticar e tratar a mastite de forma eficaz.

  • Nódulos benignos: os nódulos benignos da mama são muito comuns e geralmente não representam risco de câncer. O mastologista pode avaliar os nódulos e determinar se há necessidade de tratamento.

  • Ginecomastia: a ginecomastia é o aumento das mamas em homens. O mastologista pode diagnosticar e tratar a ginecomastia de forma clínica ou cirúrgica.


É importante consultar um mastologista regularmente para:

  • Realizar exames preventivos: a mamografia é o exame mais eficaz para a detecção precoce do câncer de mama. As mulheres devem iniciar a mamografia anualmente a partir dos 40 anos.

  • Avaliar alterações nas mamas: qualquer alteração nas mamas, como nódulos, endurecimentos, secreção ou alterações na pele, deve ser motivo para consulta com um mastologista.

  • Obter orientação sobre a saúde das mamas: o mastologista pode fornecer informações sobre os fatores de risco para doenças da mama, medidas de prevenção e opções de tratamento.


O que perguntar na consulta com o mastologista?

Realizar as perguntas adequadas durante a consulta com um mastologista é essencial para obter informações precisas e receber as orientações adequadas para a sua saúde. Veja algumas das perguntas que você não pode esquecer de fazer ao médico mastologista:

Fatores de risco pessoais:

  • Quais são os meus fatores de risco para o câncer de mama?

  • O que posso fazer para reduzir esses riscos?

Exames periódicos:

  • Quais exames devo realizar periodicamente para verificar a saúde das minhas mamas?

  • Com que frequência devo fazer esses exames?

Autoexame:

  • Como devo realizar o autoexame das mamas?

  • Com que frequência devo fazer o autoexame?

Sintomas de alerta:

  • Quais são os sintomas que devo ficar atenta em relação às doenças da mama?

  • Quando devo procurar um mastologista se notar algum desses sintomas?

Acompanhamento:

  • Como será o meu acompanhamento após o tratamento?

  • Com que frequência devo consultar o mastologista?



Instituto Saúde Unidade de Belo Horizonte:

O Instituto Saúde é a rede de saúde particular mais bem avaliada de Minas Gerais. Contamos com uma equipe de mastologistas altamente qualificados e experientes, que oferecem atendimento humanizado e personalizado.

Nossos diferenciais:

  • Equipe médica altamente qualificada e experiente.

  • Tecnologia de ponta para diagnóstico e tratamento.

  • Atendimento humanizado e personalizado.

  • Ambiente acolhedor e confortável.


Como prevenir o câncer de mama?

O câncer de mama é a principal causa de morte por câncer entre as mulheres no Brasil. Felizmente, existem diversas medidas que podem ser tomadas para reduzir o risco de desenvolver a doença.

1. Mamografia anual:

  • A partir dos 40 anos, realizar a mamografia anualmente é essencial para a detecção precoce do câncer de mama.

  • O exame é rápido, indolor e pode salvar vidas ao identificar a doença em seu estágio inicial, quando as chances de cura são maiores.

2. Alimentação saudável e peso adequado:

  • Manter uma dieta rica em frutas, legumes, verduras e grãos integrais, e pobre em alimentos processados e industrializados, contribui para a saúde geral e pode reduzir o risco de câncer de mama.

  • Praticar uma alimentação equilibrada e manter um peso corporal adequado também são importantes para a prevenção da doença.

3. Atividade física regular:

  • A prática regular de atividade física, como caminhada, corrida, dança ou natação, por pelo menos 30 minutos por dia, ajuda a fortalecer o sistema imunológico e reduzir o risco de diversas doenças, incluindo o câncer de mama.

4. Moderação no consumo de bebidas alcoólicas:

  • O consumo excessivo de bebidas alcoólicas está associado a um maior risco de desenvolver câncer de mama.

  • Limitar o consumo de álcool a uma quantidade moderada, ou mesmo evitá-lo, é uma medida importante para a prevenção da doença.

5. Amamentação:

  • Amamentar por pelo menos seis meses, de forma exclusiva ou em conjunto com a fórmula láctea, é um fator protetor contra o câncer de mama.

  • O aleitamento materno promove a saúde da mãe e do bebê, e contribui para a redução do risco de diversas doenças.

6. Terapia de reposição hormonal (TRH):

  • A terapia de reposição hormonal, utilizada para aliviar os sintomas da menopausa, pode aumentar o risco de câncer de mama em alguns casos.

  • É importante conversar com seu médico sobre os riscos e benefícios da TRH antes de iniciar o tratamento, e buscar alternativas para aliviar os sintomas da menopausa.


Outras medidas importantes:

  • Evitar o tabagismo: Fumar aumenta o risco de diversos tipos de câncer, incluindo o câncer de mama.

  • Limitar a exposição à radiação ionizante: Exames radiológicos como tomografias computadorizadas devem ser realizados com moderação, pois a radiação ionizante pode aumentar o risco de câncer.

  • Consultar um médico regularmente: Realizar exames preventivos e manter um acompanhamento médico regular são essenciais para a saúde da mulher e para a detecção precoce do câncer de mama.

Adotando um estilo de vida saudável e realizando exames preventivos regularmente, as mulheres podem reduzir significativamente o risco de desenvolver câncer de mama.


Por:

Equipe.

Temos uma unidade perto de você

Temos uma unidade perto de você

Unidades

Coração Eucarístico (BH)

Coração Eucarístico (BH)

Endereço

R. Padre Pedro Evangelista, 260 - Coração Eucarístico, Belo Horizonte - MG, 30535-490, Brasil

Coração Eucarístico (BH)

Coração Eucarístico (BH)

Endereço

R. Padre Pedro Evangelista, 260 - Coração Eucarístico, Belo Horizonte - MG, 30535-490, Brasil

Coração Eucarístico (BH)

Coração Eucarístico (BH)

Endereço

R. Padre Pedro Evangelista, 260 - Coração Eucarístico, Belo Horizonte - MG, 30535-490, Brasil

Coração Eucarístico (BH)

Coração Eucarístico (BH)

Endereço

R. Padre Pedro Evangelista, 260 - Coração Eucarístico, Belo Horizonte - MG, 30535-490, Brasil

Postagens recentes

Mantenha-se atualizado

Espirometria em Coração Eucarístico, Belo Horizonte: Agendar Exame

Espirometria

Espirometria em Coração Eucarístico, Belo Horizonte: Agendar Exame

Agende sua Espirometria em Coração Eucarístico, Belo Horizonte.

Espirometria em Coração Eucarístico, Belo Horizonte: Agendar Exame

Espirometria

Espirometria em Coração Eucarístico, Belo Horizonte: Agendar Exame

Agende sua Espirometria em Coração Eucarístico, Belo Horizonte.

Espirometria em Barreiro, Belo Horizonte: Agendar Exame

Espirometria

Espirometria em Barreiro, Belo Horizonte: Agendar Exame

Agende sua Espirometria em Barreiro, Belo Horizonte.

Espirometria em Barreiro, Belo Horizonte: Agendar Exame

Espirometria

Espirometria em Barreiro, Belo Horizonte: Agendar Exame

Agende sua Espirometria em Barreiro, Belo Horizonte.

Espirometria em Venda Nova, Belo Horizonte: Agendar Exame

Espirometria

Espirometria em Venda Nova, Belo Horizonte: Agendar Exame

Agende sua Espirometria em Venda Nova, Belo Horizonte.

Espirometria em Venda Nova, Belo Horizonte: Agendar Exame

Espirometria

Espirometria em Venda Nova, Belo Horizonte: Agendar Exame

Agende sua Espirometria em Venda Nova, Belo Horizonte.